One more shot

Publicado: 12 de novembro de 2012 em Música

Juntamente com Doom and Gloom, a música one more shot lançada mais recentemente pelos rolling stones, compõe a coletânea Grrr que celebra os 50 anos de carreira da banda.

 

Se a moda pega…

Publicado: 7 de novembro de 2012 em Fotos

Porto Rico votou pela primeira vez em sua história contra a atual relação de Estado Livre Associado que mantém com os Estados Unidos e a favor da anexação, segundo dados da Comissão Eleitoral da ilha divulgados nesta quarta-feira. Com isso, o território decide por elevar-se à condição de Estado americano – o 51º do país. A medida necessita ser aprovada no Congresso de Washington.

Com 95,7% dos votos apurados, 53,9% dos eleitores porto-riquenhos disseram “não” estar de acordo com a “condição política territorial atual” da ilha em relação aos Estados Unidos, frente a 46% que disseram “sim”. Sessenta e um por cento do eleitorado se pronunciou a favor da anexação, segundo a Comissão Estatal Eleitoral (CEE).

Devido à condição atual de território americano, os cidadãos de Porto Rico não têm direito de votar nas eleições presidenciais americanas – ainda que constem como cidadãos americanos. De acordo com o texto do referendo, a condição de Estado concederia aos porto-riquenhos “direitos, benefícios e responsabilidades iguais aos gozados por todos outros cidadãos dos Estados da União”.

Além do referendo pela mudança do status da ilha, Porto Rico também foi às urnas neste 6 de novembro para eleger Alejandro García Padilla para o governo local. Padilla, da oposição do Partido Popular Democrático (PPD), derrotou por uma pequena margem de diferença o atual governador, Luis Fortuño.

Em uma entrevista recente, Padilla dissera acreditar que o prosseguimento do status de Estado Livre Associado é a opção política mais adequada para Porto Rico. Fortuño, por sua vez, defendia a anexação.

A população de Porto Rico é de quase 4 milhões, e há, aproximadamente, 4,7 milhões de hispânicos de descendência porto-riquenha vivendo nos EUA. O status do território não mudou desde 1952 e a maior parte da população (cerca de 85%) admite não dominar o inglês.

Com informações de EFE, BBC e Washington Post.

Rock And Roll

Publicado: 7 de novembro de 2012 em Miscelânea

A origem do rock´n´roll

Alan Freed, um DJ americano, foi quem deu o nome rock-n-roll ao ritmo musical, em 1953. Freed criou o termo inspirado na letra de um antigo blues, de 1922, que dizia my baby she rocks me with steady roll (Minha gata me embala com um ritmo constante), uma analogia ao sexo.

Feira do Livro de Porto Alegre

Publicado: 7 de novembro de 2012 em Literatura

A Feira do Livro de Porto Alegre – uma das maiores do país – tem atraído milhares de visitantes em busca de novas opções de leitura – e também de promoções.

É dia de feira no Centro de Porto Alegre. Bem ao lado do cais do porto as bancas cobrem uma das praças mais bonitas da cidade. E atraem milhares de pessoas: 200 mil em apenas um fim de semana. Todos em busca de uma boa historia.

É tempo das livrariam virem ao encontro do leitor. Um momento de decifrar desejos. E para tentar agradar há estoque de clássicos, lançamentos e livros raros. Eles estão em diferentes versões, para que cada um descubra o tamanho do gosto pela leitura.

Para a criançada, essa descoberta começa de brincadeira, novos leitores surgem em meio a livros coloridos e personagens de contos de fadas. Os pais também aproveitam.

Há quase 60 anos a feira do livro vende imaginação e com um ótimo preço. Nos balaios, têm titulo que sai por R$5.

Mesmo numa época de textos digitais e internet, o livro ainda é o caminho mais curto entre a paixão do leitor e a criatividade de quem escreve. “É a ponte entre o imaginário do outro – que é o autor – e o imaginário do leitor. A possibilidade de pegar carona no imaginário alheio para abrir o próprio imaginário”, afirma Marina Colasanti, escritora.

Guerra Mundial Z

Publicado: 7 de novembro de 2012 em Filmes

Como se o filme “Gerra Mundial Z” não tivesse problemas suficientes, o marketing da Paramount Pictures resolveu ajudar, divulgando um novo cartaz da produção, que insiste em destacar a letra Z de seu título em letra prateada, sob um fundo preto. O resultado parece sugerir que se trata de um novo filme do Zorro, herói mexicano conhecido por se vestir de preto e “assinar” suas façanhas com a letra Z.

Os problemas de “World War Z” se tornaram públicos quando a Paramount marcou sete semanas de refilmagens e contratou um novo roteirista para reescrever o final. Tudo isto após o filme estar pronto. Tratada como o início de uma franquia em potencial, a história de zumbis estrelada por Brad Pitt se revelou um terror de verdade. E boatos não desmentidos apontam o diretor Marc Forster (“007 – Quantum of Solace”), escolha pessoal de Brad Pitt, como o culpado pelo colapso da produção.

“World War Z” já é o filme de zumbis mais caro da história de Hollywood. Os mais otimistas na Paramount torcem para que “Guerra Mundial Z” tenha efeito semelhante a “Homens de Preto III”, produção que também enfrentou problemas, interrompeu as filmagens e teve sua trama reescrita em plena locação, mas se tornou uma das maiores bilheterias do ano. Originalmente programado para 21 de junho de 2012, o filme vai mesmo estrear na mesma data, apenas um ano depois – 21 de junho de 2013.

Stones lançam novo single

Publicado: 6 de novembro de 2012 em Música

Os Rolling Stones lançaram nesta quinta-feira o single “Doom And Gloom”, que reuniu Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood em um estúdio de gravação após sete anos e integra o novo disco que a banda britânica lançará no próximo dia 12 de novembro para celebrar seu 50º aniversário, o “GRRR!”. A faixa inédita dos Rolling Stones pode ser ouvida no canal da banda no YouTube e está disponível para download no iTunes. O novo disco do grupo também já pode ser reservado.

O single “Doom And Gloom” (“Tristeza e melancolia”, em livre tradução) foi gravado em Paris e conta com produção de Don Was, que já trabalhou com os Stones em seus cinco álbuns anteriores: “Voodoo Lounge”, “Stripped”, “Bridges To Babylon”, “Live Licks” e “A Bigger Bang”. Ela é uma das duas canções inéditas de “GRRR!”, álbum que reúne em três CDs os grandes sucessos dos Rolling ao longo de sua extensa carreira, incluindo “One More Shot”, “Gimme Shelter”, “(I Can’t Get No) Satisfaction” e “Jumpin’ Jack Flash”.

Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood não se reuniam em um estúdio desde a gravação de seu último disco de estúdio, “A Bigger Bang”, lançado em 2005. Com seus integrantes perto da casa dos 70, os Stones ainda não confirmaram se participarão de uma turnê para celebrar seus 50 anos de trajetória.

Do G1, com EFE